Porque é tão difícil criar uma rotina para meditar?





Sente que quer meditar e até se propõe  fazê-lo, mas, quando se senta e fecha os olhos, percebe que é muito difícil! Mas porque será que é tão difícil criar  uma rotina para meditar? Esta é uma pergunta que ouço constantemente dos meus alunos e cuja resposta procuro desenvolver nas minhas aulas de Yôga. 


O hábito de trazer equilíbrio à mente é fundamental para desenvolver o bom senso e a sanidade da mesma, principalmente porque existem duas caraterísticas importantes para entender como funciona a mente:

1.ª Caraterística: A mente é um perfeito desequilíbrio; ela somente se encontra em equilíbrio quando estiver num processo meditativo em perfeito estado de observação, ou seja, sem se identificar com o seu próprio desequilíbrio.

2.ª Caraterística: O desequilíbrio a que me refiro em relação à mente é designado como polaridade; nessa polaridade, a mente situa-se sempre no passado e no futuro, sendo nada mais do que escrava da identificação dos papéis relativos ao tempo.

Nesta perspetiva, percebemos o quanto é importante criar um espaço para cultivar o silêncio, mas também para reconhecer a nossa dificuldade em criar o hábito de meditar.

Portanto, a dificuldade existe porque estamos acostumados a identificar-nos com a mente desequilibrada; dessa maneira, podemos perceber, não só que o mundo interno está em desequilíbrio, mas que o mesmo sucede com o mundo externo.


Não aceitar esta realidade, muitas vezes, é negar a própria forma de ser. Assim, até pode iniciar o processo meditativo, mas encerrar o mesmo de imediato, passando a acreditar que o "negócio" de meditar é muito difícil, chato e, muitas vezes, irritante, pois apercebe-se de que os fluxos de pensamentos não cessam jamais. Existe uma negação em simplesmente ver o funcionamento da mente desequilibrada tal como é.

O primeiro olhar de abertura para a meditação é sentir alegria por estar a observar a sua própria essência e o seu fluxo mental, mesmo que seja intenso, ausentando-se da ideia que tem acerca de eliminar estes pensamentos. O que se pretende é que, gradualmente, assista a esses fluxos da mente como a um filme distanciado, observando sempre a sua respiração com alguma regularidade. 

A meditação sugerida abaixo vai constituir-se como o início de um processo de aceitação e alegria para abrir um espaço de equilíbrio da mente que lhe vai trazer paz, harmonia e recetividade para poder ser quem é.

Experimente sentir alegria em estar com a sua mente no processo meditativo.

Namastê! Patrícia Cassique

#meditar #meditacao #despertar #awakingconexao #despertarconexao




86 visualizações

​© Awaking Connection